Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil e Ecumene



ID: 2676

Concluída fase de diálogo católico-luterano

Relatório de estudo no final de um processo de nove anos

03/08/2018

 

A reunião da Comissão Católica Romana-Luterana para a Unidade, realizada em Klingenthal, França, entre 18 a 24 de julho, concluiu uma fase importante do diálogo ecumênico.

A reunião foi realizada sob os auspícios da Federação Luterana Mundial (FLM) e do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos, concluindo a quinta fase de trabalhos da Comissão iniciados em 2009.

Foco no Batismo, na Eucaristia e no Ministério

A reunião enfocou o batismo e o crescimento na comunhão. A comissão construiu sobre os diálogos ecumênicos anteriores sobre o batismo, a justificação, a eucaristia, o ministério e o apostolicidade da igreja. Tratou-se da questão sobre o tipo de comunhão de igreja que resulta do entendimento comum entre católicos e luteranos sobre o batismo.

Após a reunião, a Rev. Dra. Kaisamari Hintikka, da FLM, afirmou ser importante encontrar uma resposta para essa questão, dados os compromissos que luteranos e católicos assumiram juntos. Um exemplo é a Declaração Conjunta assinada pelo Papa Francisco e pelo Presidente da FLM, Munib Younan, durante o Culto Ecumênico realizado em Lund, Suécia, em 31 de outubro de 2016. Um dos compromissos foi o de ajudar a superar a dor sentida nas comunidades ecumênicas e nas famílias que compartilham suas vidas, mas não podem se reunir em torno da mesa da Santa Ceia.

Os membros da comissão concluíram seu trabalho com o relatório do estudo, que será publicado no início do próximo ano. Antes disso, será apresentado ao Conselho da FLM em sua próxima reunião.

A reunião da Comissão foi organizada pelo Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos, a convite da Fundação Johann Wolfgang von Goethe, em cooperação com o Instituto para a Pesquisa Ecumênica. Os membros da Comissão reuniram-se com representantes da Arquidiocese de Estrasburgo e do Conselho das Igrejas Cristãs da Euro-metrópole de Estrasburgo. A homilia durante a missa na Catedral foi feita pelo Monsenhor Joseph Musser, vigário geral da arquidiocese de Estrasburgo. Durante os dias de trabalho, a Comissão ainda visitou St. Odilienberg, um local de peregrinação na Alsácia.

Décadas de trabalho conjunto

A primeira fase do diálogo da Comissão começou em 1967. Em 1999, publicou a Declaração Conjunta sobre a Doutrina da Justificação, que fora adotada em 1997 e formalmente assinada em 1999 pelos representantes da FLM e do Conselho Pontifício para a Promoção da Unidade dos Cristãos. Desde então, o Conselho Mundial das Igrejas Metodistas, a Comunhão Mundial das Igrejas Reformadas e a Comunhão Anglicana aderiram à Declaração Conjunta sobre a Doutrina da Justificação.

Em 2013, a Comissão publicou o relatório Do Conflito à Comunhão - Comemoração Conjunta Luterano-Católica da Reforma em 2017.

Os atuais co-presidentes são o Bispo Luterano Eero Huovinen (Finlândia) e o Bispo William Kenney CP (Reino Unido) representante católico romano.

Os participantes luteranos nesta reunião foram Rev. Prof. Dirk G. Lange (EUA), Pastora Prof. Dra. Friederike Nüssel (Alemanha), Pastor Prof. Dr. Theodor Dieter (França) consultor e a Pastora Dra. Kaisamari Hintikka, FLM (Suíça) como co-secretária. Foram justificadas as ausências do Pastor Prof. Dr. Hiroshi Augustine Suzuki (Japão), da Pastora Prof. Dra. Wanda Deifelt (Brasil / Estados Unidos) e da Pastora Dra. Sandra Gintere (Letônia / Alemanha).

Os participantes católicos foram o Prof. Dr. Michel Fédou SJ (França), o Prof. Dr. Josef Freitag (Alemanha), o Prof. Dr. Angelo Maffeis (Itália), o Prof. Dr. Thomas Söding (Alemanha), o Dr. Christian D. Washburn (EUA), a Prof. Dra. Susan K. Wood (EUA) como Assessora, o Prof. Dr. Wolfgang Thönissen (Alemanha) e Monsenhor Matthias Türk (Vaticano) como co-secretário. Justificou a sua ausência a Prof. Dra. Eva-Maria Faber (Suíça).
 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

O ponto principal do Evangelho, o seu fundamento, é que, antes de tomares Cristo como exemplo, o acolhas e o reconheças como presente que foi dado a ti, pessoalmente, por Deus.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Portanto, estejam preparados. Usem a verdade como cinturão. Vistam-se com a couraça da justiça e calcem, como sapatos, a prontidão para anunciar a Boa Notícia de paz.
Filipenses 6.14-15
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br