Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil e Ecumene



ID: 2676

Celebração Ecumênica pelos 500 Anos da Reforma em Santo André/SP

08/10/2017

Celebração Ecumênica pelos 500 Anos da Reforma em Santo André/SP
Celebração Ecumênica pelos 500 Anos da Reforma em Santo André/SP
Celebração Ecumênica pelos 500 Anos da Reforma em Santo André/SP
Celebração Ecumênica pelos 500 Anos da Reforma em Santo André/SP
Celebração Ecumênica pelos 500 Anos da Reforma em Santo André/SP
Celebração Ecumênica pelos 500 Anos da Reforma em Santo André/SP
Celebração Ecumênica pelos 500 Anos da Reforma em Santo André/SP
Celebração Ecumênica pelos 500 Anos da Reforma em Santo André/SP
Celebração Ecumênica pelos 500 Anos da Reforma em Santo André/SP
Celebração Ecumênica pelos 500 Anos da Reforma em Santo André/SP
Celebração Ecumênica pelos 500 Anos da Reforma em Santo André/SP
Celebração Ecumênica pelos 500 Anos da Reforma em Santo André/SP
Celebração Ecumênica pelos 500 Anos da Reforma em Santo André/SP
Celebração Ecumênica pelos 500 Anos da Reforma em Santo André/SP
1 | 1
Ampliar

CELEBRAÇÃO ECUMÊNICA LUTERANO-CATÓLICA DOS 500 ANOS DA REFORMA

Católicos e Luteranos da região do ABCD realizaram uma Celebração Ecumênica no último dia 08 de outubro de 2017, às 10 horas, na Igreja da Ressurreição, Paróquia Luterana do ABCD, em Santo André-SP, por ocasião da comemoração conjunta Luterano-Católica dos 500 anos da Reforma.

Participaram da liturgia o bispo Dom Pedro Carlos Cipollini, o Pe. Guilherme Melo Sanches, o P. Rolf Schünemann, a Diácona Irma Schrammel, o teólogo Paulo Sérgio M. dos Santos e o P. Alberi Neumann. A parte musical foi executada por Felipe Cokeli (violão) e por Margarida S. Antonoff (órgão).

A liturgia* acentuou elementos de agradecimento e de lamento, de confissão e de arrependimento; de perdão e de reconciliação; de paz e de recomeço; de testemunho e compromisso comuns.

Durante a homilia**, segundo o evangelho de João 15. 1-6, Dom Pedro acentuou que nossa celebração faz-nos refletir sobre os caminhos de Deus na História e o mistério que envolve os seus desígnios. Comemorar 500 anos da Reforma Luterana é sobretudo recordar a nós mesmos que somos galho de um mesmo tronco, e que a unidade é a meta, não só o desejo de Jesus. E para que aconteça a unidade na diversidade é preciso permanecermos em Cristo, ligados a ele. Também rogou que o Espírito Santo nos guiasse sempre na caminhada ecumênica, o mesmo Espírito que guiou Jesus. Por várias vezes o bispo citou Dietrich Bonhoeffer e o próprio reformador Martim Lutero. 

Os dois últimos pontos altos da celebração foram os “cinco imperativos” (compromissos) assumidos e representados por 05 velas que foram acesas no círio pascal e colocadas sobre a mesa do altar; e a oração de intercessão com o Pai-Nosso ecumênico.

Por fim, abraçados cantou-se o poslúdio (Bênção da Irlanda).

Após o Culto seguiu-se com uma programação festiva no salão comunitário.

*A liturgia foi elaborada, com base na proposta da Celebração realizada em Lund, pelo Grupo de Liturgia da Comissão Luterana/Católico-Romana pela Unidade.

** Leia a íntegra da homilia. Clique aqui.
  


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e sempre.
Hebreus 13.8
REDE DE RECURSOS
+
Que a graça e a paz estejam com vocês e aumentem cada vez mais, por meio do conhecimento que vocês têm de Deus e de Jesus, o nosso Senhor.
2Pedro 1.2
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br