Romanos 4.13-25 - 2º Domingo na Quaresma - 25/02/2018

Caderno de Cultos 2018

25/02/2018

25/02/2018 - 2º Domingo na Quaresma
Pregação: Rm 4. 13-25; Leituras: Gn 17. 1-7, 15-16; Mc 8. 31-38
PPHM Jairson Discher – Cuiabá - MT

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Lembrar-se-ão do Senhor e a ele se converterão os confins da terra; perante ele se prostrarão todas as famílias das nações. (Sl 22.27)

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
333- HPD – Estamos aqui, Senhor

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Com o intuito de louvar, buscar alimento para nossa fé, viver em comunhão com irmãos e irmãs é que nos reunimos aqui. Fazemos isso não em nosso próprio nome, mas em nome e na presença do trino Deus, o Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
319 - HPD – Vem Espírito Santo

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Onipotente Deus, misericordioso Pai! Nós, pobres pessoas pecadoras, confessamos-te todos os nossos pecados e iniquidades que cometemos por pensamentos, palavras e ações, com os quais, provocamos a tua ira, e merecemos o teu castigo. Mas, deploramos de coração, todos os nossos pecados, sinceramente arrependidos deles, e, por tua insondável misericórdia e pela inocente e amarga paixão e morte de teu amado filho Jesus Cristo, suplicamos-te que tenhas misericórdia e piedade de nós e perdoe os nossos pecados. Fortaleça-nos por teu Santo Espírito, para que possamos melhorar a nossa vida, e, verdadeiramente, nos convertamos a ti. Ó Deus, esperamos em tua graça, Tenha compaixão de nós, e conceda-nos a tua paz. Amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO
Anúncio do Perdão

KYRIE
Libertados do poder do pecado, queremos interceder perante Deus pelo sofrimento que há no mundo. Façamos isso elevando os nossos pensamentos a Deus e unamos as nossas vozes cantando o hino: Pelas dores deste mundo

GLÓRIA IN EXCELSIS
Podemos ter a certeza que Deus ouve os nossos clamores e intercede por nós. Por ser um Deus que nos ouve, rendamos-lhe glória cantando o hino:

253 – HPD – Glorificado seja teu nome
ORAÇÃO DO DIA
Querido e Bondoso Deus, nos achegamos diante de ti para pedir que abra os nossos corações e mentes para que a tua palavra possa penetrar em nossos ouvidos e nos tocar. Que a nossa sede seja saciada e que teus ensinamentos possam criar frutos em nós. Que essa sociedade tão carente de amor e esperança passa experimentar desses frutos. Isso te pedimos em nome do teu amado filho, nosso Senhor e salvador, Jesus Cristo. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Genesis 17. 1-7,15-16

2ª Leitura Bíblica: Marcos 8. 31-38


CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
381 - HPD – Pela Palavra de Deus

PREGAÇÃO
Romanos 14. 13-25

Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus Pai e a comunhão do Santo Espírito estejam com todos nós. Amém.
Estimada comunidade, tanto o texto de Gênesis como o da carta de Paulo aos Romanos falam da promessa de Deus e de como a recebemos. Deus fez a aliança com seu povo e ele promete ser o seu Deus. Isso mediante a fé nele e não por leis como por anos se pensou ser. Paulo como judeu convertido sabe muito bem que a vivencia diária de uma pessoa judia é baseada em cumprir regras.
Em Gênesis nós lemos a história de Abraão, onde Deus lhe promete muitos descendentes, promete ser seu Deus e de todos os seus descendentes, promete um filho com Sara que era estéril. Deus cumpriu tudo isso e esse foi o início da história do povo de Israel. Que passou por muitas transformações ao longo da história. Um povo que, ao lado de outras crenças, fundamentou sua fé em leis. Posteriormente foram designadas de Lei de Moisés.
Porém, na época de Jesus, ele mesmo afirma que nele estava cumprida toda a lei. Automaticamente está cumprida toda e qualquer promessa e aliança anteriormente feita.
Qual é então a promessa que nós recebemos da qual Paulo descreve?
Isso quem nos responde é o Evangelho lido. A promessa é a salvação e o perdão dos pecados conquistados através da morte e ressurreição de Jesus. Através do evento na cruz de Cristo é que nós somos aceitos por Deus. É nisso que deveria se basear a nossa fé e não em cumprir leis.
Toda e qualquer comunidade que se professa cristã e que coloca a lei como fundamento para a fé e a vivência diária e não o amor testemunhado por Deus através de Jesus na cruz, está caminhando na direção contrária ao evangelho.
Isso é a base doutrinal do nosso texto. Mas isso não é novo, principalmente para nós luteranos e luteranas. A grande descoberta de Lutero foi a salvação, a justificação por graça e fé. Isso nós sabemos muito bem. Afinal de contas, tivemos 500 anos para aprendê-la.
Mas poderíamos nos perguntar: que fé é essa que salva, que liberta, que nos faz descendente do povo chamado por Deus, que nos torna corresponsável pelo mundo e toda a criação?
Paulo, baseado no exemplo de Abraão, dá uma dica de como é essa fé. Uma fé que se baseia na esperança e na confiança. Esperança e Confiança em um Deus de promessa, um Deus que se faz presente e disposto a tudo por nós, inclusive morrer. Que Deus que nós temos!
Para exemplificar, conto-lhes uma pequena história:
Numa classe de crianças foi contada a impressionante história de Jesus e de Pedro, resolvendo um problema sobre pagamento de impostos, através de uma moeda encontrada na boca de um peixe...
O pequeno Raul ficou cheio de esperanças, lembrando-se da multiplicidade de problemas financeiros que envolviam sua pobre mãe viúva. Quanto mais o menino pensava na maneira como se desenrolou a história que ouvira, mais ele ia se convencendo de que Jesus poderia hoje fazer coisa semelhante por eles.
E tanto insistiu nesse pensamento que, esvaziando o seu cofrezinho, juntou as poucas moedas que havia economizado e foi correndo à peixaria mais próxima. Ali, ele se dirigiu ao rapaz que atendia aos fregueses, pedindo-lhe:
- Quero comprar um peixe dos maiores que houver.
O moço, gentilmente, explicou que os peixes maiores custavam bastante mais caros. Vendo, então, que o dinheiro que levava não seria suficiente, Raul pensou um pouco e por fim acrescentou:
- Moço, na verdade eu preciso apenas de uma cabeça de peixe.
- Ah, isso se arranja facilmente - disse o peixeiro - e posso lhe conseguir uma bem grande, por um preço bastante pequeno! Efetuando a compra, o garotinho saiu radiante de alegria, na certeza de estar dando os passos finais na solução de tantas dificuldades. Correu, levando pra casa a cabeça do peixe embrulhada num pedaço de jornal. Na cozinha, ele a colocou sobre a mesa e foi procurar a mãe, para agora lhe contar sobre a história que ouvira a respeito de Jesus. Relatou-a com todos os detalhes e por fim, exclamou:
- Mamãe, pode estar certa de que agora vamos pagar todas as nossas dívidas!
Logicamente não havia nenhuma moeda na boca do peixe, como esperava o pequeno órfão. Esse fato veio abalar a fé da criança naquele momento.
Porém, ao limpar a mesa, casualmente a mãe deparou com o seu nome impresso no pedaço de jornal que embrulhava a cabeça do peixe.
Lendo com atenção, ela tomou conhecimento de que se tratava de um anúncio que certo advogado fizera publicar, convocando-a ao seu escritório, a fim de lhe comunicar a respeito de uma herança que lhe fora deixada por um parente que acabara de partir. Inacreditável! Surpreendente!
O milagre esperado pelo menino acabou acontecendo, embora de forma diferente. De joelhos, mãe e filho deram graças ao Senhor pelo socorro que tão oportunamente lhes enviava.
Provavelmente a nossa maneira racional de ver a fé, enxerga essa história como uma atitude ingênua, talvez até seja. Mas quiçá tivéssemos a esperança pela ajuda de Deus, na promessa de Deus, como o rapaz da história.
Que Deus possa perdoar os muitos momentos em que não temos esperança e deixamos de confiar em suas promessas.
Afinal de contas, como afirma o profeta Jeremias: “Bendita é a pessoa que confia no Senhor e cuja esperança é o Senhor!” (Jr 17.7)
Que a paz de Deus que excede todo nosso entendimento, guarde o vosso coração e a mente. Amém!


HINO
438 - HPD – Canto de esperança

CONFISSÃO DE FÉ
Confiantes na promessa de Deus, cheios de esperança confessemos a nossa fé no trino Deus com as palavras do Credo Apostólico:

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
227 - HPD – Veja a terra é de Deus


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO

Querido Deus, te agradecemos pelo anuncio da tua palavra. Somos gratos por podermos ter esse alimento para nossa fé. Porém, queremos te pedir para olhe para nós e nos ajude em nossas dificuldades.
Lembramos do situação do nosso País. Que nossos governantes possam perceber as verdadeiras necessidades do povo e possam trabalhar em favor de todas as pessoas.
Da mesma forma queremos colocar em tuas mãos a vida desta comunidade e de toda a Igreja, que ele possa ser local de comunhão e de anúncio da tua Promessa de salvação.
Também queremos colocar em tuas mãos...

Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Tudo mais que temos para pedir e agradecer fazemos quando, unidos, oramos a oração que teu filho nos ensinou a orar:

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
O Senhor te abençoe e te guarde; o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti; O Senhor levante sobre ti o seu rosto e te dê a paz. Amém.

ENVIO
Que possamos sair deste culto iluminados e fortalecidos no amor e na esperança em Cristo Jesus. Vamos em paz e sirvamos a Deus em alegria e amor. Amém.

CANTO FINAL
459 - HPD – Oração da Igreja


Autor(a): PPHM Jairson Discher
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo da Páscoa
Natureza do Domingo: Quaresma
Perfil do Domingo: 2º Domingo na Quaresma
Testamento: Novo / Livro: Romanos / Capitulo: 4 / Versículo Inicial: 13 / Versículo Final: 25
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2018
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 45592
REDE DE RECURSOS
+
Cristãos autênticos são os que trazem a vida e o nome de Cristo para dentro da sua vida, pois o sofrimento de Cristo não deve ser tratado com palavras e aparências, mas com a vida e com a verdade.
Martim Lutero
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br