PALAVRA DO PASTOR - Julho de 2018

27/06/2018

Para mostrar que vocês são seus filhos, Deus enviou o Espírito do seu Filho ao nosso coração, o Espírito que exclama: Aba, Pai.
(Gálatas 4.6)

O versículo faz parte do texto em que o apóstolo Paulo procura conscientizar a comunidade dos Gálatas a não retroceder na liberdade dada por Cristo. Pois, na comunidade, havia pessoas que acreditavam não haver salvação sem obras da lei. Acreditavam que somente a fé não seria suficiente para alcançar a salvação. Os gálatas tinham dificuldade em acreditar na graça de Deus. Eles insistiam na necessidade de obras meritórias e trocaram assim a liberdade por nova escravidão.

Este tema também faz parte de nossos dias. Não faltam pessoas que acham que a salvação só é alcançada pelas obras da lei. Muitas pessoas caem na armadilha do toma-lá-dá-cá. Levam o dízimo para a igreja para prosperar. Vão ao culto para que nenhuma maldição recaia sobre suas vidas. Compram os mais variados produtos abençoados para ter cura, proteção e bênção. Semelhante foi a experiência de Lutero, que viu a si mesmo e muitas pessoas de seu tempo escravizadas pelo medo de Deus.

Frente a esta situação, Paulo fala e insiste na liberdade cristã. Como ele diz em Gálatas 5.1: “Cristo nos libertou para que nós sejamos realmente livres. Por isso, continuem firmes como pessoas livres e não se tornem escravos novamente”. Por Cristo somos feitos filhos de Deus, e isto gratuitamente, por exclusiva iniciativa de Deus. E para termos certeza disso Deus ainda enviou o Espírito do seu Filho ao nosso coração, o Espírito que nos faz exclamar: Aba, Pai.

Por isso, quem diz: Aba! teme e ama a Deus e confia nele acima de todas as coisas. Quem diz: Aba! sabe que pode se relacionar com Deus sem medo, raiva, decepção ou indiferença. Quem diz: Aba! sente-se, sobretudo, livre para servir, para amar, para fazer a vontade de Deus. Quem diz: Aba! vai lutar no dia a dia contra tudo o que violenta, cerceia, limita e atrofia a vida. Quem diz: Aba! vai respeitar seus semelhantes como igualmente amados por Deus.

Quem diz: Aba! sabe que é livre pela graça de Deus revelada em Jesus Cristo. Sabe que não precisa das obras da lei como condição para a salvação. Quem diz: Aba! não fica refém de obras meritórias e muito menos de mãos cruzadas, passivo, pela salvação recebida, mas alegre e feliz em poder servir como filho e filha querido e querida de Deus com os seus dons, tempo e recursos na seara do Senhor. Amém.

Pr. Ernani
 


Autor(a): Pastor Ernani Röpke
Âmbito: IECLB / Sinodo: Sudeste / Paróquia: Cantareira (Tremembé - São Paulo-SP)
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 47735
REDE DE RECURSOS
+
Ó Senhor Deus, o teu amor chega até o céu e a tua fidelidade vai até as nuvens. A tua justiça é firme como as grandes montanhas e os teus julgamentos são profundos como o mar.
Salmo 36.5-6
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br